segunda-feira, 30 de abril de 2012

AUMENTO DO PESO NA GESTAÇÃO
O corpo tem mudanças a cada semana. O mesmo ocorre com o peso.
O objetivo da medida do peso durante a gravidez é identificar as gestantes com problemas nutricionais, ou seja, aquelas abaixo do peso ideal no início da gestação ou que estão ganhando muito pouco peso ou ainda, aquelas muito acima do peso ideal no início da gestação ou que estão ganhando peso acima do normal.
Clique na imagem para amplia-la.
De acordo com o seu IMC (Índice de massa corporal, se estima o ganho de peso na gestação). Verifique a calculadora de IMC no site da Viva Plena:

Ajuste sua alimentação, mesmo que ela já seja boa:
Agora que você está grávida, é importante tentar aumentar a ingestão de determinados nutrientes (como ácido fólicoferrocálcio e proteína). O consumo de calorias pode aumentar um pouquinho conforme a gravidez avança.
Se você não era de se preocupar muito com a comida, agora vale a pena passar a fazer refeições mais pensadas e equilibradas. Limite a quantidade de guloseimas e de fast food, que têm muitas calorias e poucos nutrientes.
Durante a gravidez, seu corpo trabalha de forma ainda mais eficiente, tirando o máximo de energia do que você come.
Guie-se pelo seu apetite, que pode variar dependendo da fase da gravidez. Nas primeiras semanas ele pode sumir, por causa do enjoo. Mas às vezes, em especial à noite (ou no meio da madrugada), é provável que você sinta a necessidade súbita de comer alguma coisa para preencher um "buraco no estômago".
No segundo trimestre, seu apetite deve ficar igual ao que era, ou um pouco maior. No terceiro, você deve ficar com mais fome, mas precisa tomar cuidado porque serão mais frequentes a azia e a má digestão.
Tome vitamina pré-natal 
Num mundo ideal -- em que não existisse enjoo, por exemplo --, não seria tão difícil manter uma alimentação equilibrada. Mas, no mundo real, é mais garantido recorrer a um suplemento vitamínico pré-natal para ter certeza de que seu corpo receberá todos os nutrientes de que precisa. Converse com seu obstetra. 
Não faça regime 
Fazer dieta durante a gravidez pode prejudicar o bebê e você também. Dependendo do tipo de regime, você pode ficar com deficiência de ferro, de ácido fólico e de outras vitaminas e sais minerais importantes. Lembre-se de que engordar faz parte da gravidez. Comer bem e na quantidade certa é especialmente importante para grávidas de menos de 20 anos. 
Mulheres que comem bem e que engordam o recomendável têm mais probabilidade de ter bebês saudáveis.
Se você já estava acima do peso antes de engravidar, pode melhorar a qualidade da sua alimentação, eliminando guloseimas e comidas gordurosas demais e começando a fazer atividade física (sempre consultando o médico antes). 
Para saber o ganho de Peso Gestacional ideal para você pergunte ao seu Ginecologista ou Nutricionista.
Uma guloseima aqui ou ali não faz mal 
Não há por que abrir mão de tudo o que você gosta só porque está grávida. Mas também não é bom deixar que alimentos industrializados, salgadinhos e doces formem a base da sua alimentação. 

quinta-feira, 26 de abril de 2012

DADOS DO BLOG VIVA BEM:
DICAS DE COMO UTILIZAR O SAL NO CONTROLE DA PRESSÃO ALTA
Clique na imagem acima e abaixo para ampliar.
Fonte: www.g1.globo.com/bemestar
26 de Abril - Dia Nacional de Prevenção e Combate a HIPERTENSÃO ARTERIAL
Considerando que metade dos brasileiros está acima do peso e que a maior causa de morte no Brasil hoje são doenças Cardiovasculares, resolvi fazer um alerta sobre essa doença silenciosa - PRESSÃO ALTA!
Segundo levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares foram as principais causas de morte no mundo, tanto entre homens quanto entre mulheres.
Segundo os estudos, morreram no ano passado no Brasil 283.927 pessoas devido a causas como falta de exercícios físicos, má alimentação, excesso de álcool e tabaco.
* O que é a Hipertensão Arterial ou Pressão Alta?
Hipertensão, usualmente chamada de Pressão Alta, é ter a pressão arterial, sistematicamente, igual ou maior que 14 por 9
A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem.
O coração e os vasos podem ser comparados a uma torneira aberta ligada a vários esguichos. Se fecharmos a ponta dos esguichos a pressão lá dentro aumenta. O mesmo ocorre quando o coração bombeia o sangue. Se os vasos são estreitados a pressão sobe.
* Quais são as conseqüências da pressão alta?
 
 Ataca os vasos, coração, rins e cérebro
Os vasos são recobertos internamente por uma camada muito fina e delicada, que é machucada quando o sangue está circulando com pressão elevada. Com isso, os vasos se tornam endurecidos e estreitados podendo, com o passar dos anos, entupir ou romper. Quando o entupimento de um vaso acontece no coração, causa a angina que pode ocasionar um infarto. No cérebro, o entupimento ou rompimento de um vaso, leva ao "derrame cerebral" ou AVC. Nos rins podem ocorrer alterações na filtração até a paralisação dos órgãos. Todas essas situações são muito graves e podem ser evitadas com o tratamento adequado, bem conduzido por médicos.
O acidente vascular cerebral (AVC) é a maior causa de mortes no País, segundo os estudos. Em seguida estão à doença isquêmica do coração (infarto agudo do miocárdio).
* Qual o Tratamento?
A hipertensão arterial essencial não tem cura, mas deve ser tratada para impedir complicações.
A menos que haja uma necessidade evidente para uso de medicamentos imediato, a maioria dos pacientes deve ter a oportunidade de reduzir sua pressão arterial através de tratamento não farmacológico, por meio de medidas gerais de reeducação, também conhecidas como modificações no estilo de vida.
* Fatores que predispões a Pressão Alta:
1. Idade: a pressão arterial aumenta conforme envelhecemos
2. Estar com excesso de peso/obesidade
3. Uso de cigarros e semelhantes
4. Excesso de bebida alcoólica
5. Ingestão descontrolada do sal (Veja nossa matéria com dicas no uso do sal)
6. Hereditariedade: histórico familiar
7. Sedentarismo: falta de atividade física regular
8. Raça Negra: têm mais predisposição a essa doença
9. Alimentação inadequada: ingestão de alimentos ricos em gordura, açúcar e sal
10. Estresse: situações que levem ao estado de ansiedade
*** Procure sempre aferir (medir) a sua Pressão arterial com frequência, se consulte com um Cardiologista 1x ao ano para fazer um check-up e se der alterações procure um Nutricionista para alterar sua alimentação e promover hábitos de vida saudáveis!
Fonte: www.sbh.com.br

quarta-feira, 25 de abril de 2012

CAMINHADA - UM JEITO PRÁTICO E SEM CUSTOS PARA SAIR DO SEDENTARISMO
A prática da caminhada pode ajudar na redução do peso e evitar doenças cardiovasculares!
Vamos começar a praticar?
Movimente-se!
Veja outra matéria relacionada: 
11 benefícios da caminhada para o corpo e a mente

quarta-feira, 18 de abril de 2012

GRIPE X RESFRIADO
VOCÊ SABE A DIFERENÇA?
Todo mundo já teve gripe ou resfriado alguma vez na vida. Mas você sabe diferenciá-los e como se comportar em cada caso?
Clique na imagem para ampliá-la.
Os vírus da gripe e do resfriado não vivem no ar nem em superfícies por muito tempo. Por isso, precisam encostar nas pessoas e sugar a energia delas, em cujo organismo encontram o lugar favorável para crescer e se multiplicar.
Os grupos mais suscetíveis são idosos, crianças, gestantes no 2º ou 3º trimestre, pessoas imunodeprimidas, portadores de doenças crônicas (como asma, diabetes, problemas renais e pulmonares) e fumantes.
Este ano, o SUS oferecerá a vacina da gripe comum e da gripe suína em uma mesma dose, para idosos, indígenas e mulheres grávidas. Crianças menores de 2 anos receberão uma dose inicial e outra após 30 dias.
Transmissão:
- Diretamente: por secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao falar, espirrar ou tossir
- Indiretamente: por meio das mãos que, após contato com superfícies infectadas, podem carregar o agente diretamente para boca, nariz e olhos
- O período que uma pessoa pode transmitir a doença é de 2 dias antes até 5 dias após o início dos sintomas.

Outros cuidados:
- Evite antibióticos
- Consuma bastante água e água de coco
- Tome sol para receber vitamina D
- Beba chás e sopas 

Mitos
Pegar friagem ou vento nas costas dá gripe
- Ficar exposto ao ar condicionado ou tomar gelado piora os sintomas
- Comer alho ou tomar mel com limão ajuda a combater a doença
- Usar bolsa de água quente na cabeça melhora a gripe
- O vírus dá alergia
- Dormir de cabelo molhado é ruim para a gripe
- Vitamina C funciona (não está comprovado)
- Quem está gripado não precisa ir ao médico
- Adianta tomar antigripal vendido sem receira em farmácias
- O vírus da vacina é vivo
- A vacina pode dar febre ou outros problemas de saúde

Verdades
 Chá ajuda contra a gripe
- Meses frios registram mais o vírus influenza
- Resfriado dá febre
- Quem toma vacina da gripe se sente como se estivesse gripado
- Pessoas alérgicas a ovo não devem tomar a vacina
- Crianças menores de 2 anos podem ter sérias complicações pela gripe, por isso também precisam receber a dose
- A vacina não provoca gripe, mas protege apenas contra os principais vírus
- Os casos de reação à vacina, como febre e dor local, são raros
- A dose deve ser anual, pois o vírus sofre mutações genéticas

Fonte: www.g1.globo.com/bemestar
CONJUNTIVITE: COMO LIDAR COM ESSE PROBLEMA?
A conjuntivite dura, em média, até 15 dias e é caracterizada por dor, coceira, vermelhidão e secreção nos olhos.
Os tipos mais comuns são o viral, o bacteriano e o alérgico. Segundo Castro, o viral é o mais agressivo e de fácil propagação.
Clique na imagem para ampliá-la.
Objetos de uso comum, como telefone, controle remoto, sabonete e toalhas aumentam as chances de avanço do vírus ou da bactéria. Para o tratamento, é recomendado um cuidado mais intenso com a higiene pessoal, com o emprego de colírios, compressas, álcool em gel, lenços de papel e toalhas e roupas de cama individuais. Lavar as mãos com frequência também ajuda. Além disso, é indicado o isolamento temporário do contato social.
A inflamação acontece com mais frequência durante o verão, mas são registrados casos em todas as épocas do ano. Piscinas não tratadas, lagos e a água do mar podem ser meios de transmissão, dependendo da contaminação da água. A secreção nos olhos funciona como um veículo para o contágio - por isso, essa costuma ser a fase mais preocupante.
Fonte: www.g1.globo.com/bemestar
CHÁ VERDE: EMAGRECE E ACELERA O METABOLISMO
Conheça 12 verdades sobre esse poderoso chá.


1.Chá de saquinho é menos eficiente
O chá verde é preparado a partir brotos e folhas de uma erva chamada Camellia sinensis.
Basta colocar água para ferver e assim que começar a borbulhar, apagar o fogo e acrescentar a erva, deixando me infusão por três minutos.
Nesse processo, todas as propriedades das folhas da erva passam para a água. Já, quando o chá é feito com o saquinho industrializado, parte das propriedades se perdem, porque o pacotinho leva uma mistura com o caule da planta, com menos nutrientes.

2. Existe a melhor hora para tomar o chá
Um cuidado para o consumo é o horário em que o chá verde é ingerido. Assim como o café, ele não deve ser tomado logo após as refeições. A cafeína, presente nas folhas do chá, prejudica a absorção de ferro e vitamina C pelo organismo. Por isso, é preciso esperar pelo menos uma hora antes de consumir chá verde.

3. Acabe com o gosto amargo
Uma solução para acabar com o sabor forte do chá é adicionar alguns outros ingredientes à receita. Uma boa dica é acrescentar duas colheres de sopa de mel, que deixará o chá com um sabor mais adocicado. Basta, após o preparo do chá, batê-lo no liquidificador com duas colheres de mel. Mas é preciso ter cuidado, já que o mel é bastante calórico e rico em açúcar.
Outra opção é bater o chá no liquidificador com frutas, como morango, amora, maçã verde, laranja e uva. Ou simplesmente adicionar as frutas, gotas de limão ou ervas aromáticas (como hortelã, canela, gengibre e capim cidreira) na hora da infusão.

4. Alerta para a cafeína
 Com efeito estimulante sobre o sistema nervoso, a cafeína pode causar dor de cabeça, agitação, irritação e aumento do ritmo cardíaco. "Pessoas sensíveis à substância podem sofrer com esses sintomas se ingerirem quantidades superiores a um litro por dia.

5. Acelera o metabolismo
O chá verde contém grandes quantidades de antioxidantes e outras substâncias, como a própria cafeína, que favorecem o gasto de energia pelo organismo. São propriedades que aceleram o metabolismo e favorecem a queima de gorduras.
A recomendação diária, nesse caso, varia de cinco xícaras a um litro. Mas para obter os resultados de perda de peso, o consumo deve levar no mínimo três meses seguidos. A temperatura do chá não interfere no resultado, podendo ser quente ou fria.

6. Protege o Coração
O chá verde ajuda a proteger a saúde do coração, diminuindo as chances da formação de coágulos nas artérias, graças aos flavonoides que carrega. Os flavonoides também mantêm as artérias mais flexíveis, suavizando os impactos das constantes mudanças da pressão arterial. Para sentir esse efeito, é necessário consumir ao menos três xícaras da bebida por dia.

7. Bebida Antienvelhecimento
Por ter um poderoso efeito antioxidante, o chá verde impede a ação dos radicais livres, que causam o envelhecimento precoce das células. Nutrientes como carotenos, vitaminas C e E, presentes nas folhas, favorecem a elasticidade da pele e previnem as rugas.

8. Reduz o Colesterol Ruim (LDL)
O chá verde sozinho não deve ser usado como medida para o controle do colesterol, mas deve ser um aliado de uma alimentação com baixo teor de gorduras saturadas e grande quantidade de vitaminas e minerais.

9. Fortalece o Sistema Imunológico
O chá verde contém polifenois, vitaminas C, K, B1 e B2, manganês, potássio e ácido fólico. Todas essas substâncias melhoram o funcionamento do sistema imunológico, prevenindo infecções, inflamações, cáries e muitas doenças causadas por vírus, bactérias ou fungos.

10. Protege contra o Câncer
Além da catequina, um poderoso antioxidante que impede que a proliferação das células aconteça de maneira desregular, o chá verde é rico em bioflavonoides. Essas duas substâncias bloqueiam as alterações celulares que dão origem aos tumores.

11. Afasta a Depressão
Segundo um estudo publicado American Journal of Clinical Nutrition, pessoas que tomam chá verde com frequência estão 44% menos propensas a ter depressão. Essa propriedade está ligada ao aminoácido chamado theanina, encontrado no chá verde e que tem efeito tranquilizante. De acordo com os cientistas, é preciso tomar de três a quatro xícaras do chá diariamente para observar tal proteção.

12. Grupos que devem evitar o Chá
O uso do chá não é recomendado para gestantes, indivíduos com hipertensão, glaucoma e doenças psiquiátricas. Ele pode interagir com alguns remédios comumente ingeridos por esse grupo de pessoas.

O chá verde também pode ser consumido em cápsulas e em pó. Procure um Nutricionista para indicar a melhor opção para você e recomendar o tempo de uso.

terça-feira, 17 de abril de 2012

QUANTIDADE DE AÇÚCAR EM CERTOS ALIMENTOS
Tomar uma bola de sorvete é o mesmo que comer uma colher e meia de sopa de açúcar. Veja abaixo quanto há em outros alimentos:
Apesar dos riscos, o açúcar não é apenas um vilão: a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que ele responda por 10% do consumo total de calorias diárias. Em colheres de sopa, a quantidade não deve passar de quatro, o equivalente a 50 gramas.
Açúcar refinado e adoçante
O açúcar refinado não é necessário na alimentação porque existem outras fontes mais saudáveis. O ideal é optar pelos tipos mascavo ou orgânico. Apesar disso, eles custam mais caro e adoçam menos. 
Já o adoçante é uma substância doce, mas o corpo não ganha energia com esse produto químico. Alguns estudos revelam efeitos colaterais do excesso de adoçante, como retenção de líquido e obesidade. Portanto, prefira os versões naturais.
Evite o excesso de açúcar, pois pode provocar um excesso de peso/ obesidade levando a doenças como Diabetes e Triglicérides alto.
Fonte: www.g1.globo.com/bemestar
8 ATITUDES PARA AJUDAR NO EMAGRECIMENTO
1. Tenha atitudes positivas
Pensamento positivos atraem atitudes corretas e estimulantes. Por isso, nada de desânimo ou de pensar que só você não consegue. Tudo na vida exige uma postura firme e determinação.
2. Foco na meta de peso
A sua meta deve estar focada na perda de peso e não nas calorias que você deve ingerir ao dia. Isso leva a escolha de alimentos pouco saudáveis. Faça uma Reeducação Alimentar, aprenda a comer e só assim você conseguirá estabilizar o peso, evitando o efeito sanfona!
3. Fuja o estresse e ansiedade
Nenhum alimento por mais doce que ele seja, consegue dar fim no estresse e ansiedade! Quando perceber que irá descontar nos alimentos toda a carga da rotina diária, desvie a atenção do alimento e faça piscar a luz vermelha da dieta. Assistir um bom filme, caminhar pelo bairro, ler um livro, ouvir uma música colocam o pensamento longe da alimentação.
4. Reeducação Alimentar
Assuma a mudança na alimentação que deve ser pra vida toda! 
Não faça dietas da moda e nem restritas de algum tipo alimentar. A chave para o sucesso está na variedade da alimentação e comer a cada 3 horas para acelerar o seu metabolismo!
Diga não ao jejum e a horas a fio sem se alimentar!
5. Não se dê desculpas
Como resistir a um bombom na gaveta do escritório e na despensa da cozinha? É quase impossível. Portanto não cria armadilhas para você mesma tendo a mão essas guloseimas. Não compre, assim não terá fácil acesso e conseguirá resistir as tentações mais engordativas.
6. Se cair, levante!
Se você exagerar em uma festa, ou mesmo num final de semana, não faça disso o estopim para jogar a dieta pata o alto! No dia seguinte, retome a dieta e não faça nenhuma restrição exagerada por conta disso, por exemplo dieta só de sucos, sopas, sem carboidratos.
7. Experimente!
Em vez de você pensar no que não pode comer, pense no que poderá! Novos alimentos com sabores e texturas diferentes que não fazem parte da antiga rotina alimentar. O seu paladar poderá ser estimulado, testado e você terá novos alimentos nas refeições.
8. Se informe!
Quanto mais informação você tiver sobre alimentação saudável, mais saberá diferenciar o certo do errado. Evite promessas de rápido emagrecimento. A sua saúde e auto-estima estão em jogo. Uma média é eliminar 0,5 kg por semana ou 2kg em 30 dias.

Quanto mais certeza tiver de estar colhendo resultados esperados, mais estimulado ficará de manter uma ótima qualidade de vida e de peso por um longo período!
Não seja escravo da Dieta, se permita de vez em quando consumir alimentos que gosta, mas sem exagero, senão colocará em risco a perda de peso.
Fonte: www.minhavida.com.br

sexta-feira, 13 de abril de 2012

CHOCOLATE X ALIMENTAÇÃO SAUDAVEL

video

PROTEÇÃO SOLAR ALIMENTAÇÃO

video

DORES DE CABEÇA
Entenda mais sobre esse problema!
Quase 100% das mulheres e 94% dos homens têm dor de cabeça alguma vez na vida. Raiva, preocupação, falta de dinheiro, excesso de trabalho e privação de sono podem ser algumas das mais de 200 causas.
O problema também pode ser genético, por tensão muscular, tensão pré-menstrual (TPM), barulho, cheiro  ou luz forte. Quando intenso, recorrente e acompanhado de outros sintomas, é diagnosticado como enxaqueca, que geralmente vem acompanhada de enjoo, náusea, aversão a luz e som, e visões distorcidas, com flashes e aura colorida.
Um indivíduo deve tomar, no máximo, um analgésico a cada dez dias, totalizando 36 no ano.
Na enxaqueca, a cabeça dói apenas de um lado e a sensação é de que ela está pulsando, latejando. Quem tem esse problema se torna mais sensível a interferências químicas e emocionais.
Pode ser por um jejum prolongado ou excesso de café. É como se o circuito elétrico cerebral entrasse em pane: as artérias se dilatam e a dor se torna insuportável.
Fonte: www.g1.globo.com/bemestar

quarta-feira, 11 de abril de 2012

COMBINAÇÃO PERFEITA BRASILEIRA:
ARROZ E FEIJÃO
Quando você pensa em comida típica brasileira, lembra logo de quê? Provavelmente, do tradicional feijão com arroz.
O Ministério sugere o seguinte consumo: uma parte de feijão para duas de arroz. O feijão tem carboidratos e é rico em fibras, vitamina B, ferro e cálcio. Já a feijoada, com a inclusão de embutidos como linguiça, joelho e outras partes do porco, torna o prato pouco saudável.
Benefícios do arroz
- É rico em vitaminas do complexo B
- Reduz o colesterol ruim
- Tem menos de 1% de gordura
- Faz bem ao coração e a outros músculos
- Melhora a pele, o sistema nervoso e o aparelho digestivo
- Contribui para o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas
- É bom para os olhos
Benefícios do feijão
- É fonte de vitaminas B1, B2, B3 e B9
- É rico em proteínas e minerais (potássio, ferro, fósforo, cálcio, cobre, zinco e magnésio)
- Faz bem para o intestino
- Melhora o sistema nervoso
- Ajuda a crescer
Dicas
1 - Coma arroz e feijão diariamente: Não há problema em consumi-lo no almoço e no jantar, mas preste atenção ao tamanho da porção. A fibra do arroz e a do feijão reduzem o risco de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão e obesidade, além de contribuir para um melhor funcionamento do intestino.
2 - Não precisa lavar o arroz antes do cozimento: Esse trabalho é dispensável, já que o alimento será cozido. Também é importante lembrar que o arroz não é um prato principal, mas um complemento.
3 - Deixe o feijão de molho: Antes de prepará-lo, deixe-o de molho para reduzir o tempo de cozimento e os compostos (taninos, fitatos e oligossacarídeos) que diminuem a capacidade de digestão de certos alimentos e causam gases intestinais. Jogue a água do feijão fora e lave-o novamente.
CONFIRA OUTROS BONS HÁBITOS ALIMENTARES DOS BRASILEIROS:
PORQUE DEVEMOS EVITAR BEBER LÍQUIDOS DURANTE A REFEIÇÃO:

Alimentos em geral, legumes e frutas já concentram água então é possível comer sem ingerir líquidos.
Quando bebemos muitos líquidos durante as refeições prejudica a digestão, pois dilui o suco gástrico. Essa diluição faz com que o pH aumente aí o corpo tem que aumentar o seu trabalho para produzir mais ácido para baixar o pH e completar a digestão. A conseqüência disso é a indigestão que resulta numa indisposição/cansaço.
Além disso, o alto volume de líquido dilata o estômago. Um dos sinais para o cérebro entender que está saciado é o tamanho desse órgão. Se você costuma dilatar muito ele o cérebro entendi que fica saciado somente quando o estômago chega naquele alto volume.

terça-feira, 10 de abril de 2012

TPM ACOMETE 40% DAS MULHERES 
SAIBA MAIS SOBRE ESSE PROBLEMA
Os sinais todos conhecem – quem tem o problema e quem sofre indiretamente com ele –, mas pouca gente sabe por que eles acontecem e como fazer para preveni-los ou amenizá-los.
Entre as formas de prevenção da TPM, estão: cuidar da alimentação, fracionar as refeições, controlar o estresse, parar de fumar, tomar pílula anticoncepcional e, se houver indicação médica, usar um creme à base de progesterona, um dos hormônios envolvidos no ciclo menstrual.
Fazer atividade física aeróbica também é fundamental: no mínimo quatro vezes por semana, durante 30 minutos. O exercício estimula o hormônio do crescimento, que na mulher, depois dos 18 anos, assume a função de ajudar o ovário a melhorar a produção de progesterona.
ALIMENTAÇÃO NA TPM:
Permitidos
- Vitamina B6: carnes, cereais integrais, banana, batata, lentilha, amendoim, nozes, salmão, atum e fígado de boi
- Magnésio: vegetais verdes escuros (como espinafre, escarola e brócolis), arroz integral, abacate, banana, beterraba, abacaxi, manga, milho e granola
- Vitamina D (além do sol): leite, gema de ovo, manteiga, peixes de água fria, shitake seco e óleo de fígado de bacalhau
- Fibras, legumes e verduras em geral
- Ácidos graxos: óleo de prímula, ginkgo biloba e ômega 3
- Água e diuréticos naturais (melancia, melão, alcachofra e abacaxi)
O ideal é consumir esses alimentos o mês todo, mas, se não for possível, iniciar a ingestão por volta de 10 a 15 dias antes da menstruação.
Evitar:
- Frituras
- Gorduras
- Sal
- Açúcar
- Café, chás e bebidas à base de cola
- Álcool
- Margarina
- Molho shoyu
Fonte: www.g1.globo.com/bemestar

SAIBA A DIFERENÇA ENTRE:

Falta de informações nos rótulos de embalagens é o principal vilão dos produtos!

Quando os alimentos light surgiram depois da febre dos diet, a confusão para os consumidores teve início. Nos últimos tempos, os chamados produtos zero passaram a atrapalhar ainda mais a população. A legislação brasileira até obriga que os rótulos das embalagens tragam todas as informações necessárias. A obrigatoriedade, no entanto, ainda não é suficiente para esclarecer as pessoas que chegam até as prateleiras dos supermercados preocupadas com a saúde. Nem todo mundo consegue decifrar as informações impressas na embalagem dos produtos industrializados, por exemplo. Sem a devida orientação, os consumidores sofrem para selecionar aquilo que considera mais adequado ao seu perfil.
Entenda os rótulos:
DIET: Tem isenção de açúcar e/ou proteína e/ou gorduras. Normalmente é indicado para portadores de doenças metabólicas como diabetes. Alimentos diet podem ter valor calórico maior que aqueles que contêm açúcar e nem sempre são úteis para perda de peso.
Um exemplo é o chocolate diet que é mais calórico que o normal, pois possuem menos açúcar mas mais gordura para dar sabor.
LIGHT: Possui redução de calorias ou açúcares ou gorduras ou sódio ou outro nutriente em relação ao produto original. É indicado para pessoas que desejam reduzir o teor de açúcares, gorduras ou sal na alimentação. Nem todo alimento light é próprio para perda de peso. A redução calórica em certos alimentos é muito pequena.
ZERO: Promete isenção de açúcar com redução de calorias ou isenção de nutrientes em relação ao produto original. De modo geral as indicações são semelhantes aos dos alimentos light. Quando o alimento é zero por isenção de açúcares também pode ser consumido por diabéticos.L
Em outro exemplo, no caso de refrigerantes, os produtos diet, light e zero não contêm açúcar e apresentam nenhuma ou menos que 4 kcal por 100 ml. A mudança da terminologia não implica em diferenças nutricionais significativas e a diferença entre os produtos está no tipo e quantidade de adoçantes utilizados.
Nos refrigerantes a base de cola, uma lata de 350 ml, nas versões diet, light e zero, apresenta zero kcal (calorias) e zero grama de açúcar. Já a versão comum possui 148 kcal e 37g de açúcar.
O importante é que o consumidor compreenda as diferenças nas nomenclaturas utilizadas na rotulagem dos alimentos é um direito do consumidor e mais uma ferramenta para escolhas corretas e saudáveis, mas na hora de comprar evite se impressionar com os termos em destaque. Leia a embalagem, verifique as informações nutricionais e compare os produtos.
Fonte: www.minhavida.com.br

ÍNDICES DE OBESIDADE AUMENTAM NO BRASIL
Uma pesquisa realizada recentemente pela Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, apontam a desregulada alimentação e a falta de exercícios físicos como os principais vilões do aumento dos índices de obesidade de muitos brasileiros.
Segundo dados da Vigitel 2009, que analisa o perfil da alimentação do brasileiro e o hábito de fazer atividade física, a obesidade e os índices de sobrepeso vêm atingindo cada vez mais crianças e jovens no Brasil. A educação alimentar e a prática constante de exercícios físicos ainda são considerados por muitos especialistas da área como os esforços mais eficientes na luta contra a balança.
O Ministério da Saúde, por meio da Vigitel, divulgou recentemente que o índice de sobrepeso e obesidade no país aumentou significativamente nos últimos 4 anosForam entrevistadas aproximadamente 54 mil pessoas adultas em todos os Estados no Brasil, dentre as quais 51% dos homens e 42,6% das mulheres, estavam acima do peso adequado.
EDUCAÇÃO ALIMENTAR:

A falta de uma educação alimentar é um dos fatores que mais influenciam na elevação dos casos de sobrepeso e obesidade na sociedade.  Frituras, alimentos fast-foods, refrigerantes, por exemplo, ainda estão inseridos dentro dos hábitos alimentares de muitos brasileiros, trazendo sérios riscos à saúde. Aliada a isso, o sedentarismo acaba por iniciar o ciclo de possíveis complicações que o obeso poderá sofrer.
Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que o consumo insuficiente de frutas e hortaliças inferior a 400 g dia (cinco porções/dia) é responsável por 2,7 milhões de mortes e 31% das doenças isquêmicas do coração, 11% das cerebrovasculares e 19% dos cânceres gastrointestinais. Dessa forma, além da obesidade, uma inadequada consumação equilibrada de substâncias necessárias à nossa qualidade de vida, também podem acarretar em complexos problemas de saúde difíceis de se reverterem.
É preciso que se realize uma alimentação bem variada e balanceada, oferecendo todos os nutrientes que se precisa durante o dia! Portanto coma colorido, assim ofertará para o organismo diferentes tipos de vitaminas e minerais.
EXERCÍCIOS FÍSICOS:
“Quanto mais facilidades a vida moderna nos trouxe, mais obesa a população vem se configurando”, afirma o Dr. Paulo. Segundo o médico, os novos hábitos que a modernidade vem oferecendo, estimula as pessoas a não realizarem pequenos exercícios físicos importantes para a saúde.
Não só exercícios físicos, mas as atividades rotineiras também contribuem na regulação do peso e no bem-estar de todos. “Algumas pesquisas indicam que pessoas que tem cachorro em casa, por exemplo, têm menos chances de adquirir peso do que as que não têm”, explica o médico. Isso porque, só a pequena ação de levar o animal para passear na rua, já possibilita que a pessoa exerça algum tipo de movimentação.
Atividades aeróbicas, como caminhadas de 10 minutos, por exemplo, são indicados para manter esses exercícios diários.
Ansiedade e depressão, também são fatores que podem levar a casos de compulsão alimentar. “A pessoa acaba depositando toda a expectativa com algo, ou todo um desânimo causado por problemas pessoais na comida”, esclarece o Dr. Paulo. Ele ainda aponta que pessoas acima dos 30 anos, têm mais facilidade para engordar. Isso advém, pela diminuição das atividades metabólicas que acontecem a partir desse período.
Essas medidas preventivas atuam a fim de evitar futuros problemas com a obesidade e a favor de uma vida saudável!!!
PRATIQUE UMA EDUCAÇÃO ALIMENTAR E MOVIMENTE-SE PARA GARANTIR UM PESO SAUDÁVEL!
Fonte: www.infonet.com.br